25 de março de 2014

Momentos Ruins: Como Se Livrar Deles?

imagem: http://www.oqueumcoracaosente.com/

Hello Girls...


Me perdoem por eu ter me afastado daqui por uns dias, é que vieram os problemas pessoais assim de surpresa e não pude parar para postar aqui, mas hoje eu pude ter tempo e mexer aqui!

E com alguns fatos que vêm acontecendo, eu vim me expressar por aqui...
Como vocês reagiriam se acontecesse um mal entendido com uma pessoa que você gosta???
Pois é, aconteceu...
Sabe aquela pessoa que todo dia você acorda, pertuba, zoa, troca algumas confidências, e de repente você magoa ela de alguma forma e não percebe? E de repente explode uma bomba e pronto... Aquela Boa Relação de Amizade parece estar caindo pelo Ralo. E é uma pena quando você tenta consertar aquilo que você acha importante  e a outra pessoa não te dá permissão pra se explicar, pra tentar recomeçar e rever os conceitos consertar os erros e seguir em frente. Bom Mais aí tudo bem... Vamos ver com o tempo o que acontece, No Momento só aguardar...
Só que acho que devemos entender que somos humanos, não somos perfeitos, e todo mundo erra.
Bom, lendo alguns blogs alheios, sobre o assunto, para eu e vocês não esquecerem, vou escrever algumas coisas para nunca se esquecer!

Momentos ruins não são eternos, são como tempestades, só duram por algum momento. Olhe para trás e veja quantas coisas piores você já passou e superou. Algumas vezes as tribulações acontecem em nossa vida para nos amadurecer. Por tanto, ANIME-SE! "

Às Vezes eu sei, é preciso passar por isso, mas é muito ruim! 
Então, espero que vocês gostem desse post, até a próxima :D


2 comentários:

  1. Bom dia parabéns pelo seu blog, faço parte da agenda dos blogs, meu nome é Graças Fernandes do blog artegracy.blogspot.com e face mgracas2.
    Bom dia

    ResponderExcluir
  2. Nem todos entende a vida
    Acha que ela roda por si
    Mas forças menina
    Você supera tudo
    ótima semana - Bjus
    http://segredosdaluma.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

 

criado e codificado para o vaidades escritas
cópia proibida © 2015